Celebrando a Regra de Vida!

Ordem Franciscana Secular!

Viviane Noel

Ouça a poesia aqui!

Que as orientações do Seráfico Pai, Francisco,
Sejam acolhidas como um abençoado risco:
O risco de uma autêntica conversão
Que se dá, sobretudo, no coração!

Exortados à penitência,
Que ela seja praticada com paciência!
Perseverem no amor a Deus e ao irmão
E toda bênção do Espírito Santo possuirão!

Recebam o Corpo e o Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo
E colham o fruto do amor que é previsto!
Vivam a perfeição da caridade do próprio estado secular,
Porque não há barreiras para o amor se manifestar!

Iniciem a vivência do espírito franciscano em família,
Afinal, ninguém é uma ilha!
Sigam em comunhão plena com a Igreja,
Que o diálogo seja fecundo como se deseja!

Experienciem sempre o Sacramento da Reconciliação,
Pois ele transborda em misericórdia e renovação!
Que a oração e a contemplação sejam vividas com grande alegria,
A exemplo da disponibilidade e da confiança da Virgem Maria!

A caminho da casa do Pai, como “peregrinos e forasteiros”,
Sejam desapegados dos bens temporais para que não caiam em seus cativeiros!
Que a vocação abraçada de construir a pureza de coração
Seja vivenciada e transformada em ação!

Igualem-se a todos, especialmente aos mais pequeninos,
Com a mesma alegria vibrante com que ressoam os sinos!
Em espírito cristão de serviço, promovam a justiça com coragem e dedicação,
Estimando o trabalho como o dom de participação na criação!

Caminhem juntos no itinerário humano e espiritual!
Vejam que todas as criaturas animadas e inanimadas “do Altíssimo trazem um sinal”!
Que nenhuma criatura seja explorada,
Que a fraternidade universal seja praticada!

Que a Ordem Franciscana Secular seja uma comunidade de amor,
E que cada serviço prestado seja consciente e de grande valor!
Que o amor e o perdão sejam promotores da paz!
Que a alegria e a esperança sejam uma fonte capaz:

Capaz de olhar para a Irmã Morte com os olhos da Ressurreição,
Pois Cristo é o Caminho, A Verdade e a Vida a iluminar toda a Criação!
Leiam assiduamente o Evangelho e o transformem em vida,
A Palavra precisa ser sentida e acolhida!

Com as bênçãos do Pai Francisco,
Queiram correr o risco:
O risco de amar como loucos
E de fazer a diferença como poucos!

Dois caminhos


Trajetória franciscana

Ir. Ângela

Sedutores, cada um ao seu jeito,
Vale discernir qual o melhor!
Glórias e honras passageiras da terra?
Glórias e honras eternas nos Altos Céus?

Quando o chamado do Alto acontece em nossas vidas, ele vem acompanhado da Graça, que nos torna possível decidir se atendemos ou não.

Para isto somos livres, porque a Graça propõe, não impõe.

Ela nos sugere um modelo, e com sua história nos encantamos, aprendemos e encontramos inspirações  para nossas atitudes.

Mas, não basta decorar a história do personagem, admirar seus feitos, cantar suas canções, encantar-se com a sua glória no Céu, ao voltar para a casa do Pai.

Nossa fonte de inspiração, viveu sua história, realizou seus feitos, sentindo na carne as dificuldades e as renúncias exigidas em cada situação. Não nasceu perfeito, abrigava sonhos mundanos em sua alma, aspirava  à nobreza da corte, a glória dos homens de seu tempo: lutar para defender suas terras e quem sabe, conquistar outras, porque naquele tempo era o costume e para isto foi educado.

Mas, quando a natureza divina interfere ela revela novos sentidos de nobreza, de glórias e tesouros. Revela o que é imperecível, o que a “traça não corrói” e o mundo não pode nos tirar.

Ela se manifesta nas regiões mais recônditas de nós mesmos e, lá no “silêncio do quarto”, sussurra uma voz, que não é voz, que não se repete.

Comunica , deixa a certeza e cala.

É como se dissesse: – “Siga-me, se quiser!”

Esta revelação jamais se apaga, “traz a paz, mas não nos deixa em paz”. A voz cala, mas o convite ressoa para sempre.

Escolher entre o que se “vê” e o que se “sabe”, é muito difícil, estranho até.

Escolho as honras passageiras, gozo do prestígio e do poder que este traz? Aplausos e fama, alegria e diversão? Na juventude, o que mais se quer?

Escolho as honras imortais? Escolho a revelação que me inunda de esperanças e de certezas de que a plenitude me acolherá?

Escolher o caminho do espírito é optar pela “porta estreita” e concluir que “não posso servir a dois senhores”. Lucro agora ou acumulo tesouros eternos?

O chamado foi feito. Qual caminho seguir?

Se opto pelo segundo, terei de renunciar a mim mesmo, dia após dia. Defenderei os fracos e oprimidos, farei de todos meus irmãos… Mas, isto é andar na contra mão do mundo… é loucura! Abrirei mão das minhas verdades, se for preciso, me despirei de preconceitos que parecem ter nascido comigo… darei de comer aos famintos e vestirei os nus.

Desapropriar-me de tudo, deixar o outro ser ele mesmo, calar suas dificuldades cobrindo-o com o manto misericordioso do meu silêncio. Todo este esvaziamento me possibilita cumprir o “santo e veraz mandamento”. 

E isto ainda não será tudo. Este caminho não tem fim e nem volta, sempre haverá mais por fazer. 

Mas, apesar dos desafios,  este foi o caminho escolhido pelo santo de Assis, o personagem que o inspirou foi o próprio Jesus. 

Renúncia e entrega! Magnífico de ser contemplado, mas dificílimo de ser vivido.

A trajetória de Francisco foi dedicada a aperfeiçoar-se no amor incondicional, na obediência e no abandono à vontade do Pai, como Jesus.

Seguiu com a tocha da fé acesa em suas mãos, com o brilho da esperança guiando seus passos e a nobreza da caridade dominando seu coração.

E a Graça, diante de tanta obediência, castidade e pobreza, o abençoou e tornou tudo possível, entregando-lhe no Céu a auréola de santo, concedida àqueles que enquanto permanecem na terra,

se tornam um com seus irmãos.
Ir. Ângela

Arte franciscana em mandalas

Apresentamos uma galeria de fotos dos desenhos da Ir. Thereza, membro da Fraternidade Nossa Senhora dos Anjos, que com tanto carinho e inspiração nos presentou com a doçura destas mandalas franciscanas. As poesias que as acompanham são de autoria de Viviane Noel. Inspire-se!

Desenhando a inspiração


Viviane Noel é irmã muito querida. Trilhamos juntas os caminhos da espiritualidade cristã. Viviane é poetisa e escritora. Tem um olhar refinado e generoso. A realidade ganha um colorido único nas suas poesias. Desse coração amoroso, ganhei versos para cada mandala que fui construindo com os lápis de meu coração.


Ir. Thereza


Mãe, seu manto azul é puro aconchego!

É o meu descanso nos braços do sossego!

A cruz brilha num amarelo reluzente,

Ensinando seu significado pra gente:

Pede à Mãe, que o Filho atende,

Pois esta é uma mandala de amor que transcende!

Viviane Noel


Ah, o Tau do Amor,

Coração pleno do Senhor!

Vida que pulsa vibrante e suave,

Como o voo de uma ave!

Nas batidas de cada coração,

Sempre a mais bela oração!

Viviane Noel


A alegria das cores,

A vibração dos amores!

O Tau é a vida em movimento,

É fonte de empoderamento!

Sinta a mandala da energia

E ressignifique o seu dia a dia!

Viviane Noel


Mãe, centro da mandala,

Impossível não amá-la!

Fonte de amor e de cura, Silenciosa e pura!

Do centro da mandala,

ouço: venha, entre!

E sinta a luz que brota do meu ventre!

Viviane Noel


Sentindo o fogo do Espírito Santo,

Vamos nos entregar ao encanto!

Corações ardentes,

Atitudes valentes!

O Tau do Amor

E seu convite ao ardor!

Viviane Noel


Confira uma exclusiva galeria das mandalas franciscanas:

Reunião geral em tempos de COVID-19

A ALEGRIA DO REENCONTRO

Nada e nem ninguém segura o ser humano. Ele é capaz de reinventar-se para vencer as surpresas, nem sempre agradáveis que a vida nos reserva. Testado, na solidão do isolamento, privado de sua zona de conforto, o humano sai em busca de soluções para contornar os obstáculos e enfrentar o que se tem para viver.


E assim aconteceu com os irmãos da Fraternidade Nossa Senhora dos Anjos, OFS. Na primeira reunião geral virtual vimos todos partilhando suas experiências individuais que afinal apontam caminhos para a espiritualidade de todos.


E eis o que percebemos: Recolhidos, os irmãos se refugiaram na “caverna”. Na “caverna” foram encontrando respostas para a vida.


É preciso exercitar a paciência quando se perde a zona de conforto; Amando, redescobre-se o amor que sempre esteve ali; Meditando, compreende -se a imprevisibilidade da vida e a certeza da morte; ( quem não pensou nela?)


Solicitados, vemos que é necessário abrir-se para a escuta do outro…


Na carência, aprende-se que temos muito a oferecer ao próximo; A sós, entendemos que a Fraternidade quer que sejamos UM


Na hora da dor, o trabalho e a oração se confundem como forma de superação. Se, é verdade que nossa essência não muda, ela pode, com a busca interior, com paciência e humildade nos tornar seres humanos muito melhores.


“Não somos apenas a soma de nossas escolhas, mas também de nossas renúncias. “Vencendo a nós mesmos, podemos restabelecer nossos laços de solidariedade e de amor, vencer até o invisível que surge ameaçador e nos fez recolhidos ontem para ressurgirmos melhores amanhã.


Este é o caminho franciscano, com Cristo carregar a Cruz, pacientemente, humildemente, com profunda confiança naquele que vai à nossa frente…

Ir. Ângela


Confira imagens e vídeo do nosso encontro virtual:
Reunião geral, 29/06/2020

Arte na parede

Ir. Geraldo Caetano Ferreira

E se o tempo sobra e não podemos sair de casa, os talentos afloram e a criatividade explode…
E vem a inspiração!

Irmão Geraldo é mestre em pinturas de paredes.


Assim aconteceu com nosso irmão Geraldo. No seu jeitinho tranquilo, deixou a arte fluir e eis os resultados: paredes com pinturas sugestivas, com efeitos em 3D, argamassa com efeito de pedras e tijolinhos à vista.

Ir. Ângela

“E todas as criaturas que há sob o céu, à sua maneira, servem, reconhecem e obedecem ao Criador.”

São Francisco de Assis

“Onde há paciência e humildade, aí não há nem ira nem perturbação”

São Francisco de Assis


Confira a sua arte:

NA ARTE DE SUPERAR-SE


Um novo desafio… a fraternidade novamente   ter que se   utilizar   do encontro remoto para dar continuidade à formação mensal. Ainda dentro desse contexto diferenciado, o afastamento social, nos trás a proposta de: Vencer-se a si mesmo, repetindo a provocação: vencer a barreira do remoto; porém, mais uma vez conseguimos transpor os obstáculos e realizamos, ainda que em pequenos grupos. Esta etapa aconteceu no período de 03 a 11/06, onde os líderes já treinados pelo assistente espiritual frei Ademir, puderam realizar os encontros de formação. Tudo isso significa afirmar que, como Francisco, tivemos dificuldade de abandonar projetos que nos prendiam ao homem velho, acomodado e ainda com dificuldade de assumir o caminho de Assis, àquele que nos leva ao encontro de um novo projeto de vida, traçado pelo nosso bom Deus; ou seja, vencendo- se a si mesmo! E ainda com o compromisso de ir ao encontro do outro… do irmão que está distante e precisa do nosso acolhimento e receber a formação tão necessário ao nosso crescimento espiritual.

Abaixo, seguem alguns relatos enviados pelos líderes:

Grupo dos Irmãos:  Walter e Helena:

 “Vivendo um momento especial de grande oportunidade reflexiva, cabe perfeitamente diante   do contexto, do vencer-se a si mesmo.

São Francisco tem um arsenal terapêutico para o nosso espírito, que nos leva ao equilíbrio do discernimento ao amor do Pai.”


Grupo dos Irmãos: Gustavo e Lilian:

“Como é difícil vencer-se a si mesmo… é necessário deixar suas vontades para consciente de suas responsabilidades, viver conforme a vontade de Deus.

É um desafio buscar resposta de Deus em nosso cotidiano, em nossa família, trabalho e buscar a santidade…

Nós não conseguiremos vencer-nos por nós mesmos, mas nos deixamos vencer pela graça de Deus. Devemos buscar o caminho primeiro, a gente só consegue vencer-se na busca.

É necessário vencer-nos nós mesmos para escutar a Deus.”


Grupo do Irmão Baravelli:

“Vencer-se a si mesmo. Deixar de lado toda vaidade, orgulho e rebeldia para viver uma vida de oração, entrega e humildade para com os irmãos.” Irmã Marta

Estar sempre com o coração aberto para ouvir e entender o que o Senhor espera de mim. Entregar minha vida nas mãos de Deus”.  Irmã Silvia

Francisco queria ter um projeto de vida, isto quer dizer abandonar radicalmente o mundo com os seus valores”. Então ele pede ao Senhor que dirija seus passos: Senhor que queres que eu faça?”… Irmã Cecy


Grupo da Irmã Angela e Irmão Helder:

“Vencer-se a si mesmo é um estilo de vida, é renunciar ao ego, é uma vida de conversão diária.

Renunciamos o ego quando desapropriamos de valores terrenos, nos abrimos para mudar até mesmo nossas verdades …”

“Entendo que vencer-se a si mesmo, é ter auto domínio. As vezes agimos por ímpeto, impaciência, enfim, por não ter conseguido nos vencer. O impulso nos dominou. Penso que é um processo de dia após dia, em que devemos sempre crer na graça de Deus agindo em nós.” Irmã Sandra Maldonado


Grupo do irmão Marcos:

“Vencer-se a si mesmo”

Carmen – Tentar fazer o bem ao próximo.

Eloir – sair de mim mesmo para fazer algo para aquele que está humilhado.

Vitória -Superar os problemas, as adversidades para seguir em frente, superação.

Roney – uma situação de empatia, se colocar no lugar do outro.

Marcos – é um processo, um novo caminho a ser seguido.


Grupo da Irmã Iêda:

“Vencer-se a si mesmo, é um caminho, é seguir Jesus, não permitindo que a nossa vontade seja única e exclusiva; é ter domínio sobre ela, saber ceder e ter consciência de até onde posso ir sem prejudicar o próximo. Irmã Lúcia Estrella

Enfim, vencer-se a si mesmo, é travar uma batalha diária, onde fortalecidos teremos ânimo para o outro dia; assim dia a dia lutaremos nas coisas simples, sem grandes glórias, sem vaidade e sem a pretensão de perfeição imediata, pois somente através da abertura de coração, ao divino seremos moldados  e transformados por Ele.”


Obs. Para essa formação, utilizamos o texto, das páginas: 153 a 158 – livro: Legenda dos Três Companheiros: “Da origem do vencer-se a si mesmo”

Ir. Iêda (ministra)


REUNIÃO DE FORMAÇÃO – GALERIA DE FOTOS

IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA!

Ouça a poesia aqui!

Que bênção termos o Imaculado Coração de Maria
Como a nossa mais segura moradia!
Como mãe, aos pés da cruz,
Maria nos foi dada por Jesus!

Mãe terna e bondosa,
Nem imagina o quanto é gloriosa!
Rainha dos Anjos e da humanidade,
Intercessora que nos resgata a dignidade!

O que seria de nós sem o seu colo santo?
Sem o seu sagrado manto?
Sua presença, jamais indiferente,
É a proteção que passa na frente!

Repleta de doçura,
É a mais linda criatura!
Silenciosa, guardiã de segredos,
Mãe que nos livra dos medos!

Ah, se o mundo inteiro se abrigasse no seu Imaculado Coração,
Viveria a intimidade e a verdade do que é ser cristão!
O mundo já seria outro lugar,
Seria um verdadeiro altar!

Seus pés esmagam a cabeça da serpente,
Enquanto suas lágrimas lavam a alma da gente!
Ah, eterna Rainha da Paz!
De que tanta bravura uma mãe é capaz?

Rezando o seu santo Rosário,
Fazemos do nosso coração um sacrário!
Oh, Imaculado Coração de Maria,
Nosso refúgio e eterna alegria!

Viviane Noel

CLASSIFICAÇÃO DA SEMANA

I Concurso de Poesia Franciscana

Classificação: Semana 19 (17/10 a 23/10)
Poema: “Entrega de Amor” / Autoria: Poeta Céu

Total de votantes: 65

Total de pontos: 253

Classificação: Semana 18 (10/10 a 16/10)
Poema: “A lealdade” / Autoria: Nayra Beyer

Total de votantes: 85

Total de pontos: 280

Classificação: Semana 17 (03/09 a 09/10)
Poema: “Poema para a mão de Francisco” / Autoria: Clara Mariana

Total de votantes: 164

Total de pontos: 694

Classificação: Semana 16 (26/09 a 02/10)
Poema: “Francisco irmão das criaturas” / Autoria: Maria Cândida

Total de votantes: 64

Total de pontos: 195


Classificação: Semana 15 (19/09 a 25/09)
Poema: “A Santificação” / Autoria: Escritora da Fé

Total de votantes: 53

Total de pontos: 172



Classificação: Semana 14 (12/09 a 18/09)
Poema: “O Chamado de Francisco” / Autoria: Braga Portella

Total de votantes: 85

Total de pontos: 260


Classificação: Semana 13 (05/09 a 11/09)
Poema: “Poema a São Francisco” / Autoria: Vovô

Total de votantes: 125

Total de pontos: 299



Classificação: Semana 12 (29/08 a 04/09)
Poema: “Soneto a São Francisco” / Autoria: Poetisa da paz

Total de votantes: 45

Total de pontos: 145



Classificação: Semana 11 (22/08 a 28/08)
Poema: “Entreguei-me à Igreja de Francisco” / Autoria: Carlos Rosa e Silva

Total de votantes: 52

Total de pontos: 177



Classificação: Semana 10 (15/08 a 21/08)
Poema: “Um Seguidor” / Autoria: Borboleta Azul

Total de votantes: 49

Total de pontos: 173



Classificação: Semana 9 (08/08 a 14/08)
Poema: “Tão simples” / Autoria: Borboleta Azul

Total de votantes: 40

Total de pontos: 149



Classificação: Semana 8 (01/08 a 07/08)
Poema: “Ele é Francisco” / Autoria: Rivotorto

Total de votantes: 71

Total de pontos: 229



Classificação: Semana 7 (25/07 a 31/07)
Poema: “São Francisco de Assis” / Autoria: Kiko

Total de votantes: 101

Total de pontos: 367



Classificação: Semana 6 (18/07 a 24/07)
Poema: “São Francisco” / Autoria: Alfabarrista

Total de votantes: 320

Total de pontos: 1.106



Classificação: Semana 5 (11/07 a 17/07)
Poema: “Vida e glória franciscana” / Autoria: Ary’s

Total de votantes: 74

Total de pontos: 271


Classificação: Semana 4 (04/07 – 10/07)
Poema: “Forma generosa” / Autoria: Mariano Gedai

Total de votantes: 41

Total de pontos: 153


Classificação: Semana 3 (28/06 – 03/07)
Poema: “Na Igreja de São Francisco” / Autoria: Olho Cego

Total de votantes: 25

Total de pontos: 74


Classificação: Semana 2 (21/06 – 26/06)
Poema: “Coração Franciscano” / Autoria: Mtpoetisa

Total de votantes: 57

Total de pontos: 247


Classificação: Semana 1 (14/06 – 19/06)
Poema: “Falar de Francisco?” / Autoria: Boni

Total de votantes: 95

Total de pontos: 395

Inspire-se! 🎇
O concurso de Poesia Franciscana continua!
💌 Mande sua poesia!

SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS!

Ouça a poesia aqui!

Que o Sagrado Coração de Jesus
Pulse em nós com radiante luz!
O mundo inteiro cabe nesse coração,
Basta uma simples e verdadeira oração!

Que o sangue e a água que jorraram do coração de Jesus
Inundem nossos seres ao carregarmos a cruz!
Que nossos olhos enxerguem para além da dor,
Que possamos ver a fonte inesgotável desse coração curador!

Sagrado Coração de Jesus, fazei o nosso coração semelhante ao vosso!
Que o vosso amor misericordioso seja eternamente nosso!
Que sejamos todos um só coração
Nesta grande nação!

Que possamos ser vivos sacrários,
Que sejamos irmãos, não mais adversários!
Que a riqueza da nossa diversidade
Seja um motivo a mais para vivermos em unidade!

Ah, Sagrado Coração de Jesus,
Vosso é o amor que nos conduz!
São Francisco de Assis dizia que o Amor não é amado,
Podemos corrigir isso amando esse coração transbordado!

Transbordado de misericórdia,
Livre de discórdia,
Repleto de bem-aventuranças,
Alegre como as crianças!

Amemos o Amor por meio deste Sagrado Coração,
Meditemos em adoração!
A Vós, Senhor, toda a honra e toda a glória,
Amar o Amor é ressignificar a nossa história!

Viviane Noel

Semana 1

14 a 18 de Junho de 2020

I Concurso de Poesia Franciscana

Que bom que você está aqui!

Agradecemos o seu interesse em participar da 1ª votação do I Concurso de Poesia Franciscana!

Acesse o formulário de votação no final desta página


Poema: “Francisco”

Poema: “Sendo do Menor entre os Menores

Poema: Ser Franciscano