A primeira vitória de Francisco

O santo de Assis precisava em primeiro lugar vencer-se a si mesmo, eis que surge uma grande oportunidade: um leproso à sua frente, num momento de superação. Francisco fazendo violência a si mesmo num gesto de humildade desce do cavalo e dá uma moeda e beija o leproso, o que antes para ele era amargo se transforma em doçura.

“A maneira positiva de fazer violência a si mesmo é renunciar a muitas coisas que antes eram importantes.”

(Irmã Sônia)

“Dessa forma, amando uns aos outros e aos necessitados se está demonstrando respeito ao próximo.”

(Irmão Geraldo)

“Francisco com muita oração, disciplina e impulsionado pelo Espírito Santo foi ao encontro do leproso e obteve uma grande vitória.”

(Irmã Nilza)
Francisco vai ao encontro do leproso com alegria e dessa forma vence o seu “eu” interior.

“O que para o mundo era uma violência a si mesmo, para Francisco era algo positivo na busca de um projeto maior. A conversão transforma o homem velho num novo homem.”

(Irmã iêda)

A conversão do santo de Assis não foi de um dia para o outro. Foi sendo construída com muita oração e disciplina até chegar ao momento decisivo em que abandonando seu “ego”, desceu do cavalo e venceu-se a si mesmo.

É preciso disciplina, oração, superação e perseverança para seguir em frente no Discipulado e na radicalidade do Seguimento de Jesus Cristo. Que os franciscanos seculares e todos os cristãos possam se inspirar nesse exemplo de São Francisco de Assis, na busca do grande tesouro do projeto maior que é Cristo Jesus.

Irmão Marcos Roberto Souza
%d blogueiros gostam disto: